quinta-feira, maio 30, 2024
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Últimas Postagens

Sabadou com Virginia estreia neste sábado no SBT

A espera vai acabar! O Sabadou com Virginia estreia neste sábado, 6 de abril, às 22h15 (de Brasília), proporcionando um final de noite mais leve e cheio de diversão. A data escolhida para o primeiro programa torna-se ainda mais especial por ser justamente a do aniversário da apresentadora, maior influenciadora do Brasil, que passa a viver a sua primeira experiência na televisão, no SBT. E para comemorar, nada melhor do que receber super convidados, que, literalmente, fazem parte de sua família: o marido Zé Felipe, os sogros Leonardo e Poliana Rocha, além de sua mãe Margareth e seu best friend Lucas Guedez, que estarão sempre ao seu lado.

“Mais do que a minha estreia na TV, hoje estou comemorando o meu aniversário. São 25 anos muito bem vividos. Por isso convidei a minha família para a estreia do Sabadou”, afirma Virginia, que assiste a um vídeo surpresa com suas filhas Maria Alice e Maria Flor e comemora o novo momento profissional.

“Estou muito feliz de estar aqui. Sempre esperei por este momento e hoje estar vivendo isso é muito gratificante. Peço paciência de todos, é a minha primeira vez, mas vai dar certo, já deu. Deus me abençoou. O SBT é uma emissora que sempre foi o meu sonho, porque é a TV da família. É tão família que decidi aumentar a minha, com o José Leonardo. Ele nem nasceu e já está na televisão”, completa.

O Sabadou chega trazendo entretenimento combinado com entrevistas, muita interação e brincadeiras com a plateia. Um encontro repleto de games, boas histórias e musicais. Por falar nisso, Leonardo e Zé Felipe, pai e filho, cantam seus sucessos no palco da atração.

Foto: Rogerio Pallatta/SBT

A presença de Leonardo, aliás, é fato de comemoração, afinal, hoje em dia, são raras suas aparições em programas de televisão. “A gente faz muitos shows, viaja muito. Os dias que sobram para gente eu vou vir para a televisão? Eu não, vou beber e pescar (risos)”.

Leonardo e Poliana aproveitam para contar histórias da família e do esposo de Virginia: “O Zé era uma criança tranquila, mas foi me dar trabalho mesmo na escola”, revela Poliana.

O fato, por sinal, faz Leonardo lembrar dos tempos que levava Zé Felipe para o colégio. “Tinha um Chevette velho que levava ele para escola. Ele gostava de ir ouvindo a música do Rio Negro & Solimões, aquela ‘Alô galera, bate a mão e bate o pé’. Ele com uns 12 anos já tinha algumas meninas que se interessava e o Chevette tinha um sonzão. Quando faltava um quarteirão para chegar, ele pedia para abaixar e largar ele ali mesmo. Um dia, a diretora me liga: ‘O Zé não vem hoje, não?’ Eu disse: ‘Acabei de deixá-lo aí’. Ficava preocupado. Ele entrava no banheiro e não ia para a sala de aula”.

“Na época, eu achava errado ir para dois períodos. Ia antes ou depois do recreio. Não é futebol para ter intervalo”, brinca Zé Felipe.

Leonardo também revê algumas participações suas no SBT, como a ocasião em que teve o seu calão de banho leiloado por Gugu no Domingo Legal ou quando participou do Programa da Hebe: “Sem menosprezar ninguém, acho que a Hebe Camargo foi a apresentadora mais querida do Brasil”, ressalta.

Durante a conversa, Virginia também comenta o período em que morou na casa dos sogros. “Com dois meses de relacionamento, peguei minhas coisas e fui para casa do Léo e da Poli. Aí eu falei: ‘Vamos achar o caminho, procurar uma casa’. Eles não queriam. A Poli deixava no pijama uma carta e chocolate, toda noite. Eu falava assim: ‘Gente, será que eu estou sonhando com uma sogra dessas”.

“Depois que as Marias nasceram, nem quarto nós temos mais lá”, brinca Zé Felipe.

“Eu e o Zé sempre fomos muito próximos. O Leonardo viajava, ficava só nós dois. Era o meu companheiro. Inclusive, às vezes, ele nem dormia no quarto dele, dormia comigo. Enquanto vocês já estavam namorando, ele estava dormindo do meu ladinho e falava: ‘Mãe, não conta para a Virginia que eu estou dormindo aqui com você, não”, finaliza Poliana.

Foto: Rogerio Pallatta/SBT

Muitos games e interação com a plateia

Entre um papo e outro, o entretenimento também fica garantido com diversos quadros e muita opinião. No “Maga Margara”, a mãe de Virginia, esclarece as dúvidas mais malucas de amor e relacionamento coletadas nas ruas e na plateia. Com o seu jeito despojado e autêntico, ela ‘abre os caminhos’ com bom humor e simpatia.

Já no “Se Beber, Não Fale”, os convidados terão de responder perguntas polêmicas e indiscretas com a opção de evitar a resposta em troca de uma bebida secreta. Apenas o público de casa vai saber o que os participantes estão tomando e eles terão que enfrentar o game com a cara e a coragem.

Tem também o “Biscoito ou Bolacha”. No palco, Virginia recebe aquelas pessoas que adoram postar foto sem camisa e causar nas redes sociais. Eles vêm ao Sabadou para mostrar o físico e o talento em busca do Biscoito de Ouro. E quem decide é a plateia. Se se saírem bem ganham o direito de divulgar o Instagram para todo o Brasil e o troféu biscoiteiro. Agora, se decepcionarem, tomam uma bolachada de Lucas Guedez.

Para fechar, tem o “Quem Nunca”, que, a cada semana, chega com um tema levado ao público, nas ruas, por Lucas Guedez. Na volta ao estúdio, Virginia discute com um especialista e os convidados. Para e estreia, o tema são as dívidas.

A especialista em finanças Nathalia Arcuri estará no estúdio para tirar dúvidas e falar sobre o tema. “Tem gente que culpa o cartão de crédito, a esposa, a sogra, mas, no fim das contas, a culpa mesmo costuma ser as nossas emoções… Claro, que estamos em uma situação no Brasil que tem muita gente que passa fome, mas essas não têm problema de finanças. Elas não tem dinheiro para comprar o básico. Agora, quem tem um pouquinho a mais, costuma escorregar. Sabe quando dá o passo maior que a pena? Não posso, não cabe no meu orçamento, mas eu mereço. O Eu mereço é um outro gatilho que prejudica muito a vida financeira das pessoas”, explica.

Aproveitando o tema, Leonardo relembra o período antes da fama e o que fez com o primeiro dinheiro que ganhou.

“Sempre tive uma vida muito simples no interior, em Goianápolis, com minha família. Fui uma criança que trabalhou na roça, dos 8 até os 20 anos, quando comecei a cantar. Meu pai sempre foi o meu patrão. Dinheiro lá em casa era igual mulher bonita, só vê na mão dos outros. O Leandro sempre foi um cara muito atirado, gostava de cantar. Aí ele disse: ‘Leonardo, vamos mudar para Goiânia?’. Foi aí que começou a vir o dinheiro e que trouxemos a nossa família para Goiânia”, recorda.

“O primeiro cachê grande que ganhei com meu irmão foi cantando na barraca da extinta Cleg. de Goiânia. Com ele compramos um telefone. Na época, era um luxo”, finaliza.

O Sabadou com Virginia vai ao ar todo sábado, no SBT, a partir das 22h15 (de Brasília)

Latest Posts

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Carnaval