Portal MF

Coluna Feira Terra de Cultura

Tudo sobre a cultura feirense.
Por Emerson Azevedo

Publicada em 04 de Outubro de 2017 ás 17:27:36

 A quarta e última chamada de 2017 do Edital de Mobilidade Artística e Cultural, com recursos do Fundo de Cultura da Bahia, pré-selecionou 16 propostas de um total de 56 inscritas. Os projetos têm atividade prevista para os meses fevereiro a abril de 2018, sendo sete deles de Intercâmbio e Difusão Artística; 5, de Formação; e 4, de Residência Artística-Cultural. O valor investido nesta chamada é de R$ 247.050. 

Dos projetos, a maioria continua sendo de Salvador e Região Metropolitana, mas foram também selecionadas propostas dos territórios do Sisal, Portal do Sertão, Litoral Sul, Chapada Diamantina e Itaparica.  Foram contempladas as áreas de Música e Teatro (3, cada), Audiovisual, Circo e Dança (2), Artes Visuais, Cultural, Patrimônio Imaterial e Rádio. 

Nesta edição, foram apresentadas 103 propostas, com 56 consideradas inscritas após análise prévia. Outras três chamadas foram realizadas ao longo do ano e muitos projetos já foram executados e outros estão em período de atividade. Na primeira, foram 152 apresentados, com 84 inscritos e 14 selecionados, com atividades entre maio e julho de 2017; na segunda, 110, 71 e 15, para os meses de agosto a outubro; e na terceira 85, 53 e 15, com as atividades previstas para novembro/2017 a janeiro/2018. 

O Edital de Mobilidade permite a promoção do diálogo intercultural e investimento na formação profissional dos agentes culturais locais, além de contribuir para o aprofundamento da cooperação artística/cultural nacional e internacional. Segundo o superintendente de Promoção Cultural da Secretaria de Cultura da Bahia, Alexandre Simões, o Mobilidade tem uma característica de formação e divulgação do que se produz de melhor na cultura baiana. “Além de circular os projetos, o edital permite aos artistas e produtores vivenciarem experiências em outros Estados e países e que possam no retorno sociabilizar esses conhecimentos. Uma das principais marcas dessa linha de fomento é a diversidade”. 

A SecultBA proporciona atendimento através da Central de Atendimento Integrado para orientar interessados e proponentes. A Central funciona de segunda a sexta-feira, das 14h às 17h, através do telefone (71) 3103 3489, e-mail mobilidade@cultura.ba.gov.brou presencialmente, no endereço Palácio Rio Branco, Praça Thomé de Souza, s/n, térreo – Centro, CEP: 40.020-¬010 – Salvador/Bahia. 

Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) – Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais. Para mais informações, acesse: www.cultura.ba.gov.br

 

Por Emerson Azevedo

Publicada em 03 de Outubro de 2017 ás 16:16:51
Foto: Rosilda Cruz

 Autoridades, gestores, artistas, agentes culturais e militantes estiveram entre as centenas de pessoas presentes na tarde desta segunda-feira (02), no Salão de Atos da Governadoria, para dar as boas vindas à nova Secretária de Cultura da Bahia, Arany Santana. Recebida com calorosos aplausos, a primeira mulher a assumir a pasta tomou posse do cargo em cerimônia celebrada pelo Governador do Estado, Rui Costa. 

“Continuamos escrevendo história, com a primeira mulher a assumir a Secretaria de Cultura da Bahia. E uma mulher negra. Eu tenho certeza que Arany, com a sua sensibilidade, alma, coração e ligação com o povo, terá muita energia pra gente continuar trabalhando e edificando os pilares da nossa cultura, que é algo estruturante na vida humana e, sobretudo, para os baianos”, declarou Rui. 

Arany assume a pasta após Jorge Portugal ter entregue o cargo na última quinta-feira (28). O ex-secretário participou da cerimônia para abraçar e desejar sucesso à nova gestora. 

A secretária de cultura na oportunidade reiterou o seu compromisso com a comunidade do setor e em contemplar e assegurar a cidadania cultural através da agregação de nomes das mais diversas linguagens, atividades e vertentes.

“É preciso fazer saber como a Secult é importante e o quanto ela faz. Minha expectativa é de poder garantir os direitos culturais da mesma forma que garantir os direitos humanos fundamentais. Ampliar as parcerias entre os vários órgãos. Reconhecer e valorizar as diversidades, as diferenças, as convergências e as confluências da cultura da Bahia”, afirmou Arany. 

Ex-diretora do Centro de Culturas Populares e Identitárias (2011-2017), unidade da SecultBA, Arany Santana possui um histórico atrelado à cultura e militância étnica que resiste há anos. Ela é ex-diretora do Ilê Aiyê, mais antigo movimento negro do Brasil; e co-fundadora doMovimento Negro Contra a Discriminação Racial (hoje Movimento Negro Unificado). Como educadora, tem uma trajetória voltada para a alfabetização de adultos iletrados, a arte-educação e o ensino de cultura africana. Também atriz, participou de filmes como A Idade da Terra, de Glauber Rocha, O Jardim das Folhas Sagradas, de Póla Ribeiro, e Capitães da Areia, de Cecília Amado. Na gestão pública, foi a primeira secretária municipal da Reparação, no ano de 2003, e esteve à frente da Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza do Estado da Bahia, em 2010. Confira o perfil completo da secretária.

 

Por Emerson Azevedo

Publicada em 21 de Agosto de 2017 ás 14:19:27

 A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) divulga o resultado da segunda convocatória de Ocupação de Pautas Artístico-Culturais dos Espaços Culturais da SecultBA – Ocupe Seu Espaço, que visa impulsionar a difusão, democratizar o acesso, dinamizar os espaços e contribuir para o cumprimento dos objetivos das políticas culturais na dimensão territorial da cultura. 

No total, 373 propostas foram apresentadas para realização de atividades artístico-culturais no período de 01 de setembro a 21 de dezembro de 2017, das quais aproximadamente 200 foram aprovadas. As inscrições foram avaliadas por comissões individuais para cada equipamento, estruturando uma agenda conjeturada a partir do diagnóstico concreto de demandas para um período de quatro meses. O resultado pode ser consultado no site da SecultBA

As propostas convocadas para compor as agendas dos espaços culturais deverão encaminhar o pedido de pauta preenchido para a coordenação do espaço cultural no período de 21 a 25 de agosto, com as mesmas informações indicadas no resultado da convocatória. Os proponentes que apresentarem o pedido de pauta serão convocados para assinatura do Termo de Compromisso e Responsabilidade entre os dias 28 e 31 de agosto de 2017. Aqueles que não assinarem os Termos de Compromisso e responsabilidade no período indicado serão desclassificados para convocação dos proponentes que estão na lista de suplentes. 

Os projetos vão ocupar as salas principais, anfiteatros, foyers/galerias, áreas externas e salas multiuso de espaços culturais em diversos municípios da Bahia: em Salvador, a Casa da Música, o Centro Cultural Plataforma, o Cine Teatro Solar Boa Vista, o Espaço Cultural Alagados e o Espaço Xisto Bahia; em outras cidades da Bahia, participam a Casa de Cultura de Mutuípe, o Centro de Cultura de Guanambi, o Centro de Cultura ACM (Jequié), o Centro de Cultura Amélio Amorim (Feira de Santana), o Centro de Cultura de Alagoinhas, o Centro de Cultura de Porto Seguro, o Centro de Cultura João Gilberto (Juazeiro), o Centro de Cultura Olívia Barradas (Valença), o Cine-Teatro Lauro de Freitas e o Teatro Dona Canô (Santo Amaro). 

As propostas selecionadas para o Centro de Cultura de Alagoinhas serão divulgadas na segunda-feira (21). 

AVANÇOS – A convocatória de Ocupação de Pautas Artístico-Culturais dos Espaços Culturais da SecultBA – Ocupe Seu Espaço se apresenta como uma sistematização de práticas republicanas do uso de equipamentos públicos. Até este lançamento, as demandas de uso das dependências dos espaços culturais eram tratadas individualmente, com base em regulamentação e documentos oficiais e públicos, porém com limitações de alcance e de planejamento a médio prazo. A chamada garante a formatação de uma campanha para visibilizar os normativos, com os mesmos princípios e prazos para todos, estipulados a partir de regulamentos já existentes, sem qualquer burocratização do processo. 

A avaliação das propostas se deu com base no mérito artístico e relevância artístico-cultural; na viabilidade de execução; na experiência e qualificação dos profissionais e artistas envolvidos; e na consonância com as políticas culturais. As selecionadas terão desconto de 50% sobre os valores de pauta ou percentual de bilheteria.

Por Emerson Azevedo

Outras postagens de Emerson Azevedo