Portal MF

Coluna Intervalo

O destaques do mundo do esporte
Por Cristiano Alves

Publicada em 05 de Maio de 2017 ás 00:13:14
Foto: Getty Images

 Vitor Belfort usou as redes sociais para convidar seus fãs a apoiá-lo em sua despedida do octógono.

O lutador brasileiro, que está com 40 anos, se despede do UFC no dia 3 de junho, quando enfrenta Nate Marquardt no evento de número 212 da categoria, que acontecerá no Rio de Janeiro, cidade onde o “fenômeno” do MMA nasceu.

“Comecei minha jornada há 20 anos, no UFC 12 e exatos 200 eventos depois no dia 3 de Junho, estarei fazendo minha última luta na organização no UFC 212 na minha cidade natal, Rio de Janeiro. Conto com a torcida de todos vocês na arena para que eu tenha a oportunidade de agradecer pessoalmente a cada de vcs que estiveram sempre comigo. Vamos juntos!”, escreveu no Instagram o lutador, que tem 25 vitórias e 14 derrotas em seu cartel.

Com informações do Esporte ao Minuto

Por Cristiano Alves

Publicada em 05 de Maio de 2017 ás 00:10:15
Foto: Getty Images

 Daniel Alves está muito perto de entrar para história do futebol mundial. O lateral-direito brasileiro, que está com 33 anos, pode se tornar o jogador mais vitorioso de todos os tempos.

Atualmente, o craque da Juventus tem 33 títulos na carreira e, ainda nesta temporada, pode faturar o Campeonato Italiano, a Copa da Itália e a Liga dos Campeões da Europa, o que somaria 36 conquistas, o mesmo número de triunfos que tem o galês Ryan Giggs, já aposentado.

De acordo com o blog Futebol em Números, do UOL, hoje Dani Alves ainda está atrás do brasileiro Maxwell (34 títulos), que pode também conquistar a Copa da França pelo PSG.

Mas é importante ressaltar que, em caso de título da Champions, a Juventus do lateral-direito brasileiro pode tentar a taça do Mundial de Clubes da Fifa. Por outro lado, tudo indica que a Velha Senhora terá o Real Madrid pela frente na final da Liga dos Campeões.

Com informações do Esporte ao Minuto

Por Cristiano Alves

Publicada em 04 de Maio de 2017 ás 01:57:54
Foto: Getty Images

 A RBR não teve um grande início de campeonato em 2017. O time austríaco não consegue brigar de igual para igual com a Ferrari e Mercedes, e por outro lado está consideravelmente à frente de Williams e Force India. Na Rússia, Daniel Ricciardo abandonou com problemas nos freios, enquanto Max Verstappen correu "sozinho", terminando na quinta colocação. Líder do campeonato, Sebastian Vettel afirmou que está na torcida para o ex-time entrar na briga pelas vitórias.

- Acho que será uma corrida (na Espanha) bem próxima entre nós e a Mercedes, e eu espero que a RBR também encontre algum ritmo. Existem vários rumores em torno de uma atualização na RBR. Eles são uma equipe forte, sabem como construir um carro rápido, então espero que seja uma questão de "quando", ao invés de "se" - comentou.

Na atual temporada, a RBR acumula apenas um pódio, conquistado por Verstappen no GP da China. Vettel, por sua vez, participou dos anos de maior sucesso da equipe comandada por Christian Horner. Entre 2009 e 2014, o alemão foi tetracampeão mundial, somando 38 vitórias e 44 pole positions. Na Ferrari desde 2015, Vettel tem cinco triunfos pela escuderia italiana. 

- O quanto antes isso acontecer, mais excitante será para nós. Eu estou confiante de que temos as pessoas certas, as ferramentas a bordo e faremos progresso. Obviamente, depende do que os outros estão fazendo - finalizou.

Com informações do Globo Esporte

Por Cristiano Alves

Outras postagens de Cristiano Alves