Portal MF

Coluna Feira Terra de Cultura

Tudo sobre a cultura feirense.
Por Emerson Azevedo

Publicada em 20 de Julho de 2015 ás 21:11:13

SecultBA convoca proponentes para assinatura de novos TACs de projetos do Fundo de Cultura

 A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) retomou em julho a convocação de proponentes para a assinatura de Termos de Acordo e Compromisso (TAC) de 42 projetos que foram selecionados nos Editais Setoriais 2014 do Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) e que ainda não haviam sido conveniados. Além destes, outros 31 já haviam sido convocados em abril. O valor total investido é de aproximadamente R$ 2,68 milhões e corresponde às primeiras parcelas, desembolsadas após a publicação dos novos convênios. 

Em 2015 a SecultBA já destinou para pagamentos de projetos em execução aproximadamente R$ 8 milhões. Deste montante, R$ 1,7 milhão foi repassado para a manutenção do Programa de Apoio a Ações Continuadas de Instituições Culturais, que contempla 15 instituições da área cultural. Além disso, R$ 806 mil foram repassados a Eventos Culturais Calendarizados. Os outros R$ 5,5 milhões foram repassados para parcelas de projeto por todas as linguagens. 

Desde 2007, mediante seleções públicas, 2.340 projetos da sociedade foram apoiados, sendo que 546 ainda estão em curso, dinamizando a cena artístico-cultural e impulsionando a economia da cultura em todas as regiões da Bahia. Ao longo desse tempo, a SecultBA apostou na qualificação de artistas e produtores, democratizou o acesso ao fomento e propiciou a internacionalização dos fazeres culturais, quer mediante residências ou participação em eventos em outros centros de referência em cultura e arte. 

Sobre o Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) – Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais.

Por Emerson Azevedo

Outras postagens de Emerson Azevedo