Portal MF

Coluna Feira Terra de Cultura

Tudo sobre a cultura feirense.
Por Emerson Azevedo

Publicada em 04 de Outubro de 2017 ás 17:27:36

SecultBA divulga projetos selecionados na quarta chamada do Edital de Mobilidade

 A quarta e última chamada de 2017 do Edital de Mobilidade Artística e Cultural, com recursos do Fundo de Cultura da Bahia, pré-selecionou 16 propostas de um total de 56 inscritas. Os projetos têm atividade prevista para os meses fevereiro a abril de 2018, sendo sete deles de Intercâmbio e Difusão Artística; 5, de Formação; e 4, de Residência Artística-Cultural. O valor investido nesta chamada é de R$ 247.050. 

Dos projetos, a maioria continua sendo de Salvador e Região Metropolitana, mas foram também selecionadas propostas dos territórios do Sisal, Portal do Sertão, Litoral Sul, Chapada Diamantina e Itaparica.  Foram contempladas as áreas de Música e Teatro (3, cada), Audiovisual, Circo e Dança (2), Artes Visuais, Cultural, Patrimônio Imaterial e Rádio. 

Nesta edição, foram apresentadas 103 propostas, com 56 consideradas inscritas após análise prévia. Outras três chamadas foram realizadas ao longo do ano e muitos projetos já foram executados e outros estão em período de atividade. Na primeira, foram 152 apresentados, com 84 inscritos e 14 selecionados, com atividades entre maio e julho de 2017; na segunda, 110, 71 e 15, para os meses de agosto a outubro; e na terceira 85, 53 e 15, com as atividades previstas para novembro/2017 a janeiro/2018. 

O Edital de Mobilidade permite a promoção do diálogo intercultural e investimento na formação profissional dos agentes culturais locais, além de contribuir para o aprofundamento da cooperação artística/cultural nacional e internacional. Segundo o superintendente de Promoção Cultural da Secretaria de Cultura da Bahia, Alexandre Simões, o Mobilidade tem uma característica de formação e divulgação do que se produz de melhor na cultura baiana. “Além de circular os projetos, o edital permite aos artistas e produtores vivenciarem experiências em outros Estados e países e que possam no retorno sociabilizar esses conhecimentos. Uma das principais marcas dessa linha de fomento é a diversidade”. 

A SecultBA proporciona atendimento através da Central de Atendimento Integrado para orientar interessados e proponentes. A Central funciona de segunda a sexta-feira, das 14h às 17h, através do telefone (71) 3103 3489, e-mail mobilidade@cultura.ba.gov.brou presencialmente, no endereço Palácio Rio Branco, Praça Thomé de Souza, s/n, térreo – Centro, CEP: 40.020-¬010 – Salvador/Bahia. 

Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) – Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais. Para mais informações, acesse: www.cultura.ba.gov.br

 

Por Emerson Azevedo

Outras postagens de Emerson Azevedo