Portal MF

Coluna Intervalo

O destaques do mundo do esporte
Por Cristiano Alves

Publicada em 04 de Maio de 2017 ás 01:44:49

Bahia e Vitoria empatam no primeiro jogo da final

Foto: Arisson Marinho/CORREIO

 O primeiro Ba-Vi da final do Campeonato Baiano foi marcado pelo equilíbrio e terminou empatado por 1x1 na noite desta quarta-feira (3), na Fonte Nova. Em um clássico onde o Bahia começou embalado e ditando o ritmo, o Vitória cresceu no segundo tempo, chegou ao empate e manteve a vantagem de jogar por outro empate no Barradão para ser campeão. O Ba-Vi de volta é domingo (7), às 16h.

Embalado pela torcida, confiante pelo triunfo no último clássico, o Bahia foi o primeiro a assustar em boa jogada individual de Zé Rafael, que invadiu a área e chutou na trave, mas a arbitragem já havia marcado falta do meia tricolor no lance.O Vitória tentava jogar com a bola no chão, estratégia bem diferente da utilizada quando era comandado por Argel, que investia na ligação direta. Mas só tentava, não conseguia. Em um desses lances, Kanu recuou mal para Fernando Miguel e quase complicou. O goleiro rubro-negro teve que rifar a bola, que bateu em Zé Rafael e quase entrou.

Toda a iniciativa da partida era do Bahia. Aos 22 minutos, em uma grande jogada, Zé Rafael tabelou com Régis e finalizou em cima da defesa, Régis pegou a sobra e fez o mesmo, até que a bola sobrou para Edigar Junio, dentro da grande área, chutar de pé esquerdo e perder uma chance incrível. 

O tricolor conseguia entrar com facilidade na zaga do Vitória, mas pecava nas finalizações. Já o rubro-negro tentava a saída rápida nos contra-ataques, mas errava o passe. De tanto apertar, foi na bola parada que o Bahia conseguiu abrir o placar. Aos 33 minutos, Régis cobrou falta do lado direito, Tiago se antecipou a Alan Costa e cabeceou para o fundo das redes.

Gol contra
O Leão crescia na partida e conseguiu chegar ao gol de empate aos 32 minutos.  Uillian Correia deu ótimo passe para Patric, que ganhou de Lucas Fonseca e finalizou em cima de Jean. O goleiro salvou com os pés, só que a bola bateu em Armero e foi direto para o gol.

Ainda deu tempo do volante Uillian Correia ser expulso ao receber dois cartões amarelos em um intervalo de três minutos. Será desfalque domingo. 

Com informações do Correio

Por Cristiano Alves

Outras postagens de Cristiano Alves