Portal MF

Coluna Feira Terra de Cultura

Tudo sobre a cultura feirense.
Por Emerson Azevedo

Publicada em 03 de Agosto de 2016 ás 16:00:48

SecultBA disponibiliza vídeos tutorais para proponentes dos Editais Setoriais 2016

 A Secretaria da Cultura da Bahia (SecultBA) preparou três vídeos tutoriais para auxiliar o público a enviar as propostas para os Editais Setoriais do Fundo de Cultura 2016 . Os vídeos são: “Como se cadastrar no Clique Fomento”, “Como cadastrar uma proposta” e “Preenchendo o formulário”, nos quais é possível acompanhar o passo a passo para utilizar o Sistema de Informações e Indicadores em Cultura (SIIC). Trata-se de mais um canal disponibilizado pela secretaria para sanar dúvidas e democratizar o acesso aos editais a todos os interessados. Os vídeos podem ser acessados diretamente no canal da SecultBA no Youtube (www.youtube.com/plugcultura) ou através do site da secretaria (www.cultura.ba.gov.br). 

Os 23 editais abertos somam um total de mais de R$ 31 milhões para apoio a projetos culturais de toda a Bahia. As inscrições seguem até o dia 15 de agosto, mas é sugerido ao proponente não deixar para enviar a proposta no último dia, quando dificuldades devido ao acúmulo de acessos ao sistema poderão dificultar o envio da mesma. 

Guias – Além dos vídeos tutorias, os proponentes podem ainda acessar os  Guia dos Editais Setoriais na página da SecultBA. Eles trazem respostas para as dúvidas mais frequentes,  bem como reúne manuais e tutorial para a elaboração de propostas culturais e acesso ao Siic. 

Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) – Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais. Para mais informações, acesse: www.cultura.ba.gov.br

Por Emerson Azevedo

Outras postagens de Emerson Azevedo