Portal MF

Coluna Intervalo

O destaques do mundo do esporte
Por Cristiano Alves

Publicada em 11 de Julho de 2016 ás 16:03:30

Vitória, aplausos e carinho da torcida: Hamilton nos braços do povo em casa

Fotos: Getty Images

 Como as voltas de uma corrida, a vida de um piloto passa por ciclos, ora em alta, ora em baixa. Se no começo da temporada 2016 de F1, a fase de Lewis Hamilton não era das melhores, com diversos problemas técnicos e distante da liderança do Mundial, agora, após dez etapas, a situação do britânico é completamente diferente.

Depois de sair vitorioso da etapa da Áustria em meio à polêmica última volta, quando se chocou com o companheiro Nico Rosberg, Lewis chegou com moral à Inglaterra. Em casa, o tricampeão foi superior ao resto do grid em todos os treinos livres e no classificatório.

Durante a corrida, o piloto da Mercedes teve habilidade e frieza de sobra para navegar com seu W07 pela pista molhada do Circuito de Silverstone durante as 52 voltas e subir ao lugar mais alto do pódio pela quarta vez em sua terra natal. E o resultado ainda o colocou a apenas um ponto do líder Rosberg (após este ser punido e cair para o terceiro lugar). Por isso, fez uma festa mais do que merecida e caiu de vez na graça dos ingleses.

Explodindo de felicidade, Lewis quebrou os protocolos e, antes do pódio, foi celebrar nos braços do povo, que lhe recebeu com todo o carinho. 

 - É o melhor sentimento de todos e estou tentando curtir isso o máximo possível. Quando ganhei aqui pela primeira vez, em 2008, eu era tímido. Eu devia, provavelmente, ter feito o que fiz hoje naquela época, mas é o tipo de coisa que você nunca fez e acha esquisito. Eu tenho uma grande conexão com meus fãs. Eu só quero me conectar com eles. Eu os vejo de longe e já é muito legal, mas ir lá e sentir a energia deles é incrível. É uma energia tão positiva e tão forte que acho que posso te dar um choque agora se te tocar - afirmou o tricampeão em entrevista após à prova.

Com a quarta vitória no GP da Inglaterra - sendo a terceira seguida - Hamilton iguala o número de vitórias de Nigel Mansell e entra para um grupo seleto de pilotos, tendo à frente dele "apenas" Alain Prost e Jim Clark, com cinco triunfos cada. 

- Estou muito honrado por esta oportunidade de estar aqui neste esporte em tempos difíceis no mundo e, ainda assim, ver tanto amor por aqui. Creio que quando você vê pessoas de todos os tipos, de todos os lugares, pobres, ricas... atravessando tempos difíceis, mas que nesse dia se juntam, é uma coisa linda. Espero que as pessoas vejam isso na TV, contem aos seus amigos e sintam essa energia também - disse emocionado.

+ Confira o calendário e tabela de pontos do Mundial de Pilotos e Construtores

A dupla da Mercedes entra novamente na pista para disputar posições roda a roda daqui a duas semanas, no dia 24 de julho, no circuito de Hungaroring, para o GP da Hungria.

Com informações do Globo Esporte

Por Cristiano Alves

Outras postagens de Cristiano Alves