Portal MF

Coluna Feira Terra de Cultura

Tudo sobre a cultura feirense.
Por Emerson Azevedo

Publicada em 27 de Maio de 2016 ás 21:27:17

Rodando o Choro encerra temporada de visitas às cidades de Serrinha e Feira de Santana

Foto: Natalia Arjones

Rodando o Choro, projeto que tem como objetivo desenvolver ações de valorização, formação e difusão deste gênero musical brasileiro, se apresentará na cidade de Serrinha na próxima quinta e sexta-feira (26 e 27/5) e na cidade de Feira de Santana nos dias 2 e 3 de junho. Em intercâmbio com a Filarmônica 30 de Junho (Serrinha) e 25 de Março (Feira de Santana), o Grupo Patuscada realizará apresentações musicais gratuitas. O projeto tem apoio financeiro do Fundo de Cultura da Bahia, mecanismo de fomento à cultura gerido pelas secretarias de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) e da Fazenda (Sefaz). 

Na programação de encerramento em Serrinha, estão previstas duas apresentações, uma na  Capela de São Joaquim (Povoado de Mato Grosso), quinta-feira (26), 17h30, e outra na Praça Luís Nogueira, no Centro, na sexta-feira (27), 17h30. Já em Feira de Santana, as apresentações serão no Teatro Arena do CUCA, dia 2 (quinta-feira) às 17h, e na Filarmônica 25 de Março, dia 3 (sexta-feira), às 16h. 

 Estas serão as últimas rodadas do projeto em cada cidade.  Ao todo, terão sido dez encontros da iniciativa, cinco em cada município. As cidades de Serrinha e Feira de Santana foram escolhidas por possuírem bandas filarmônicas centenárias, formato musical que historicamente vem contribuindo para a consolidação do choro no Brasil.  

“O projeto aconteceu num momento muito propício, em que estávamos precisando qualificar nossos músicos e o chorinho veio para promover uma experiência com esse ritmo brasileiro tanto para eles quanto para o público, que ficou maravilhado. Percebi que os jovens das plateiaspuderam ter uma vivência musical diferente do que estão acostumados”, avalia o presidente da Filarmônica 30 de Junho, Isaac Álvaro da Silva. 

O regente da filarmônica 25 de Março, Antônio Carlos Neves, ressaltou que receber o Grupo de Choro Patuscada foi uma oportunidade preciosa. "São músicos experientes fazendo referência à nossa música brasileira eque respeitam a música e trabalham com seriedade. Nosso papel, além de social, é de preservação desse segmento musical que não tem espaço pela via comercial e midiática. Com o projeto, conseguimos oferecer outra visão de música e de mundo”, disse. 

À frente do projeto, o Grupo Patuscada ministrou as oficinas para os músicos das Filarmônicas e conduziu as apresentações públicas interativas. “Estou muito feliz com o resultado do projeto, ver o brilho no olhar e a atenção de cada criança e de cada músico envolvido nas oficinas e rodas de choro foi muito recompensador, um sinal de que uma semente foi plantada e de que essa musica tão brasileira, nossa cultura e nossa identidade jamais irão morrer”, comemora Dudu Reis, músico do grupo. 

GRUPO PATUSCADA- O Grupo Patuscada é formado por cinco músicos experientes: Elisa Goritzki (flauta), Dudu Reis (cavaquinho), Daniel Velloso (violão 7 cordas), Gel Barbosa (Sanfona) e Reinaldo Boaventura (pandeiro e percussão). Os artistas, que já atuam no cenário do choro há muitos anos, formaram o grupo, em 2014, em Salvador. Cada um dos integrantes traz experiências tanto de âmbito nacional como internacional, o que permite uma troca grande de informações e ideias musicais. Este fator tem contribuído para a inspiração e surgimento de novos elementos nos arranjos e interpretações da banda. 

SERVIÇO: 

Serrinha 

26/05 - Quinta-feira, 17h30 

Apresentação na Capela de São Joaquim (Povoado de Mato Grosso) 

27/05 - Sexta-feira, 17h30 

Apresentação na Praça Luís Nogueira - Centro 

Feira de Santana 

02/06 - Quinta-feira, 17h

Apresentação no Teatro Arena do CUCA (Rua Conselheiro Franco, 66 - Centro) 

03/06 - Sexta-feira, 16h 

Apresentação na sede da Filarmônica 25 de Março (Rua Deraldo Alves Costa 171 - Fundação Senhor dos Passos) 

Por Emerson Azevedo

Outras postagens de Emerson Azevedo