Portal MF

Coluna Intervalo

O destaques do mundo do esporte
Por Cristiano Alves

Publicada em 11 de Maro de 2016 ás 15:54:46

Intervalo por Cristiano Alves

 HOJE – A última rodada define apenas as posições dos times para o “mata-mata” da próxima fase do Campeonato Baiano e desta vez, Feira terá duas equipes, situação diferente do ano passado, quando o Bahia de Feira não passou e o Feirense disputou fuga de rebaixamento, aliás, o que não foi diferente este ano. Melhor para Fluminense e Bahia de Feira.

ELES – Se classificaram porque se planejaram para isso: o tricolor feirense fez um planejamento ainda na 2ª divisão que surtiu efeito com o retorno a elite, a conquista da Copa Estado e agora a sequência no estadual. No Bahia de Feira, foi montada uma base na Copa e mantida até agora e o resultado  é esse aí.

JÁ O FEIRENSE – Mudou a gestão, porém a organização do time foi muito em cima e logicamente o resultado não poderia ser muito diferente. É claro que existem as surpresas, porém a regra, como diria o Arnaldo Cezar Coelho, é clara: não houve um planejamento, a tendência é que os resultados sejam aquém do que se espera.

O INTERESSANTE – É que na diretoria do time tem pessoas de muita experiência no futebol, porém, na prática nada disso foi levado em conta, o que foi um grava erro, ainda mais com uma competição “tiro curto” como esta, com três resultados negativos, clube já vai disputar fuga de degola.

É LÓGICO – Que o Feirense pode escapar, mesmo porque não existe muita diferença entre ele e os concorrentes. Porém há um ditado que diz “água mole em pedra dura, tanto bate até que fura”, ou seja, não se pode confiar plenamente na sorte porque a ela é que nem a maré: traiçoeira e se os dirigentes querem a permanência da Águia precisam trabalhar desde já para isso.

FALANDO EM TRABALHO – Os dirigentes do Fluminense se viram como podem para manter as obrigações do clube em dia. Mas a cada rodada que passa, as coisas ficam cada vez mais complicadas porque as arrecadações ficam comprometidas com a não utilização do Joia da Princesa no Baianão. Se você torcedor deseja um time bom, ajude comparecendo aos jogos porque a sua ausência representa prejuízo para os cofres do clube.

PARA MUITOS – É fácil ficar criticando através das redes sociais, ou achincalhando dirigentes, jogadores e comissão técnica nos alembrados da vida. Por que ao invés de ficarem fazendo isso, os torcedores não ajudam? Como agora a moda é botar a cara no sol, vamos largar nossas poltronas, deixar de comodismo e ajudar o Fluminense. Tem muita gente por aí que fala muito e não ajuda em quase nada.

QUEM FALA MUITO – As vezes acaba falando bobagem, como por exemplo, há algum tempo muitos afirmam ser o Vitória da Conquista a terceira força do futebol baiano e muitas vezes me posicionei contrário por entender que ainda falta muita coisa, sem levar em conta o contexto histórico. O time, infelizmente está disputando fuga da degola por não ser ainda esta força toda.

CLARO – O que está acontecendo com o Conquista acontece com qualquer time brasileiro, pela falta de estrutura do nosso futebol. Agora é impressionante como as pessoas se arvoram em tirar conclusões precipitadas, inclusive colegas de imprensa que precisam ser mais comedidos ao fazer qualquer afirmação.

É TRISTE – Ver esta situação, não é só pela cidade, mas pelo trabalho profissional que o Ederlane Amorim realiza desde quando o Bode entrou no cenário baiano. Sinceramente, no futebol tudo pode acontecer, mas a queda conquistense pode representar um prejuízo terrível para o nosso futebol.

OUTRA – Situação triste é a do Jacuipense porque o povo de Riachão gosta de futebol, sempre tem registrado a presença de bons públicos no Valfredão e de repente o time faz uma campanha muito ruim a ponto de disputar fuga da degola. É hora também dos jacuipenses repensarem a sua equipe.

A RIGOR – Não houveram grandes surpresas na composição dos oito classificados para a próxima fase. Porém a rodada de hoje guarda grandes emoções e com certeza teremos grandes jogos. Vamos ficar ligados para ver o final. 

Cristiano Alves - Jornalista - DRT-BA-2300

Colunista de Esporte do Portal MF e Editor chefe do Jornal Folha do Estado

Por Cristiano Alves

Outras postagens de Cristiano Alves