Portal MF

Coluna Intervalo

O destaques do mundo do esporte
Por Cristiano Alves

Publicada em 09 de Fevereiro de 2016 ás 23:15:38

Time argentino envia cartola ao Brasil para cobrar R$ 3,1 mi do Inter

 O Colón de Santa Fe, Argentina, autorizou a viagem de um dirigente ao Brasil. O emissário do clube tem passagem comprada para Porto Alegre, onde vai cobrar 800 mil dólares (R$ 3,12 milhões na cotação atual) do Internacional. A dívida é referente ao negócio envolvendo Carlos Martin Luque, contratado em maio de 2014.

Segundo apurou o UOL Esporte, o emissário do Colón é Nestor José Vignatti, ex-presidente do clube, e autorizado a tratar de relações internacionais. O desembarque dele está previsto para esta semana. Para fechar acordo, o time argentino topa parcelamento.

A dúvida que surge é sobre a cotação a ser considerada na conversa para um acordo. Na época da contratação de Luque, o dólar variava perto dos R$ 2 e agora está R$ 3,91.

Esta não é a primeira vez que o Colón cobra o Internacional. Em junho de 2015, otime argentino enviou carta à AFA e ameaçou acionar a Fifa. O clube gaúcho nunca foi notificado pela entidade máxima do futebol e chegou a dar a dívida como renegociada.

Contratado em maio de 2014, Luque custou três milhões de dólares (R$ 6,6 milhões na cotação da época). O investidor Delcir Sonda bancou as primeiras parcelas junto ao Colón, mas a última ficou sendo responsabilidade do Inter. O título venceu e o Colón afirma que jamais foi atendido para qualquer diálogo.

No final do ano passado, o Internacional anunciou que tratava da quitação de dívidas antigas. Inclusive com a criação de uma comissão para renegociação de valores. O presidente Vitorio Piffero chegou a dizer que um dos pontos das tratativas em dólares era a cotação a ser usada para firmar acordo.

Com informações do UOL Foto: Alexandro Lops/Divulgação/Inter

Por Cristiano Alves

Outras postagens de Cristiano Alves