Portal MF

Coluna Feira Terra de Cultura

Tudo sobre a cultura feirense.
Por Emerson Azevedo

Publicada em 28 de Janeiro de 2016 ás 11:40:25

Música no Museu inicia em janeiro e mobiliza a cultura feirense

 O município de Feira de Santana recebe mais uma vez o projeto “Música no Museu”. Em seu terceiro ano, a proposta caracteriza-se pela realização de shows autorais que acontecem em um domingo de cada mês, de janeiro a junho de 2016. Surgiu justamente da necessidade de encontrar um espaço que oportunizasse a apresentação de artistas com trabalho autoral. 

Nas palavras do secretário de Cultura, Esporte e Lazer de Feira de Santana, Rafael Cordeiro, há uma importância na realização deste evento em parceria com o governo, já que nossa cidade eleva seu reconhecimento como polo cultural. 

 “É importante que o governo promova ações culturais. Esse projeto enaltece o município, melhorando a vida cultural do feirense. É uma proposta exitosa, respeitável, com possibilidades de permanecer em anos posteriores. A união, que também envolve o poder público municipal, é relevante para a economia, uma vez que a cultura criativa é um mecanismo de movimentação da sociedade”, explicou ele. 

O projeto, que estreou em 2013, alçou uma dimensão considerável, sendo aprovado no Edital “Agitação Cultural: Dinamização em Espaços Culturais”, promovido pela Secretaria de Cultura da Bahia. Dessa vez, as performances resultarão na composição de um DVD, com os mais variados estilos musicais. A mostra artística ficará registrada, contemplando um memorial identitário do Portal do Sertão, que visa acolher não só a cultura local. 

A banda Escola Pública, exploradora das possibilidades sonoras através do samba em suas variadas linhas, e o jazz fusion de Santini & Trio ficarão responsáveis pela abertura das programações. O Museu de Arte Contemporânea Raimundo de Oliveira (MAC) estará aberto ao público no dia 31 de janeiro, a partir das 17h. 

Este projeto tem o apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia. 

Em parceria com a Cúpula do Som, Museu de Arte Contemporânea (MAC), Fundação Municipal Egberto Costa e Secretaria de Cultura de Feira de Santana. 

 

Por Emerson Azevedo

Outras postagens de Emerson Azevedo