Portal MF

Coluna Intervalo

O destaques do mundo do esporte
Por Cristiano Alves

Publicada em 24 de Janeiro de 2016 ás 13:21:36

Diretor da Renault revela novo projeto para acordo com a Red Bull

Cyril Abiteboul diretor esportivo da Renault (Foto: AFP)

Após alguns anos dominando a Fórmula 1, os carros da Red Bull, hoje, não apresentam o mesmo desempenho, ficando atrás da Mercedes, Ferrari e Williams.

A escuderia cogitou romper com a Renault, fabricante dos motores, mas o vínculo permaneceu. O diretor esportivo da fabricante francesa, Cyril Abiteboul, revelou que um novo projeto foi apresentado à escuderia, deixando de lado o desempenho das últimas temporadas. 

“Acho que o ponto forte do conselho da Renault é ser extremamente pragmático. Primeiro ele confia no projeto e em seguida observa o que pode vir no futuro, sem olhar para o passado. Acredito que eles foram convencidos pelo que apresentamos, mas com condições diferentes do que foi no passado. E com essas condições, foi claramente a coisa certa a fazer”, declarou ao Motorsport.com.

Além disso, o diretor expressou a necessidade de mudanças na Renault, para atuar em um mundo tão competitivo quanto o da F1. 

“A Renault precisa ser muito mais oportunista do vínhamos sendo, se você quiser ser bem-sucedido nos negócios. Por isso, esse foi o primeiro grande teste, na minha opinião. Foi um teste que passamos por pensar à frente, ao invés de ficarmos presos ao passado”, declarou. 

Abiteboul ainda destacou a diferença de atuação das duas companhias, uma vez que trabalham de modos diferentes. 

“É evidente de que a Red Bull é uma organização de alta manutenção, uma vez que é de primeira classe, então eles só estão interessados no sucesso imediato. A Renault é uma empresa mais analítica, que pensa mais no médio e longo prazo”, finalizou.

Com informações do Gazeta Esportiva 

 

Por Cristiano Alves

Outras postagens de Cristiano Alves