Portal MF

Coluna Intervalo

O destaques do mundo do esporte
Por Cristiano Alves

Publicada em 27 de Dezembro de 2015 ás 23:18:19

Ex-volante, Luisinho comenta situação do clube: 'Tem que buscar uma evolução'

Foto: Flickr Oficial Vasco

 Na tarde deste domingo (27), o Maracanã recebeu mais um Jogo das Estrelas, realizado por Zico. Entre tantos convidados, os nomes de ex-jogadores do Vasco também estavam na lista, como, por exemplo, Luisinho, que teve três passagens pelo clube cruz-maltino. 

Atuando como volante, o atleta viveu momentos gloriosos no time de São Januário, conquistando dois Campeonatos Brasileiros (1997 e 2000), quatro cariocas (1992, 1993, 1994 e 1998) e o Torneio Rio-São Paulo de 1999. Além disso, o jogador também esteve presente na conquista da Libertadores (1998) e da Copa Mercosul (2000).

Em contato com a equipe de reportagem do Esporte Interativo, o ex-jogador comentou sobre a situação do Vasco, que jogará pela terceira vez a segunda divisão do Brasileirão. Segundo Luisinho, a pior situação foi o ano, pois, o Cruz-Maltino amargou a zona de rebaixamento desde a quarta rodada da competição.

“Foi um momento difícil, até porque já passou. O pior momento foi essa angustia, essa dificuldade de você estar caminhando para o rebaixamento durante toda competição. Então, acredito que o Vasco, com tudo isso que tem acontecido nesses últimos anos, nessa última década, acho que tem que buscar uma evolução, não só dentro do campo, de preparação, mas, toda sua estrutura externa. O Vasco é um clube muito forte. Eu acho que nesses últimos anos, só viver da essência do clube, que é importante, você tem que manter, mas buscar a evolução natural das coisas que acontecem dentro do mundo do futebol”, afirmou.

A situação do Vasco também não é das melhores fora dos gramados e, por conta disso, o clube pensa na possibilidade de contar com suas jovens promessas.

Nomes como Mateus Vital, Evander e Andrey, são alguns que vão aparecer entres os mais velhos. O ex-atleta Luisinho aproveitou para comentar e elogiar a base de São Januário.

“A base do Vasco é boa. Eu conheço alguns atletas. Só acho que tem que ter um certo cuidado de você dar a esses jogadores um respaldo de uma equipe consistente também. Você colocar a responsabilidade em cima dos garotos é um pouco complicado. Acho que o Vasco tem que ter um planejamento. Vê quem vai continuar, desse grupo de 2015, e aí fazer com que esses atletas da base possam agregar”, finalizou.

Com informações do Esporte Interativo por Larissa Ramos

Por Cristiano Alves

Outras postagens de Cristiano Alves