Portal MF

Coluna Intervalo

O destaques do mundo do esporte
Por Cristiano Alves

Publicada em 13 de Novembro de 2015 ás 21:58:27

Intervalo por Cristiano Alves

 É VÁLIDA – A inciativa do companheiro Leon Wanderlei e outras pessoas ligadas ao esporte de se buscar discutir as políticas públicas no esporte feirense, pois há muito tempo as atividades esportivas vêm acontecendo na cidade de forma solta, com ações isoladas nos seguimentos, sem uma uniformidade e o pior: sem entendimento. Até parece, que a gente vive na terra de Murici: “cada um por si”.

A PIOR COISA – Que pode acontecer é a falta de uma sequência nas atividades. O imediatismo das pessoas é tão feroz, que se esquecem de que em meio a uma derrota se pode tirar lições preciosas para aa vida inteira. As vitórias são melhores, quando são construídas em cima de um trabalho responsável, porém hoje dificilmente ninguém se esforça para fazer um trabalho  a longo prazo, com resultados a perder de vista.

TOMARA – Que eu esteja errado, mas já estou vendo o filme: a seleção de Feira no ano que vem muda tudo, começa do zero, não lembrando que o time este ano quase chega a fase semifinal do Intermunicipal e tem muitas coisas boas que podem ser aproveitadas. Se saiu foi justamente por falta de uma condição melhor para que o treinador Merrinho tivesse mais opções táticas e técnicas.

DESCULPEM – A franqueza, mas esta história se repete a cada resultado negativo, porém para este jornalista, a participação foi muito boa para uma seleção que teve sérios problemas com campo para jogos e treinos, com despesas de viagem dentre outras coisas. Chegou além do que muita gente imaginava, porém fui uma das pessoas que acreditava que a situação poderia ser diferente.

ESPERO – Que o presidente da LFD possa refletir em cima desta campanha e prosseguir no seu planejamento e vou mais além: a entidade tem que ganhar o apoio dos clubes profissionais da cidade, que poderiam ceder atletas para que estes ganhassem experiência. É uma teoria que tenho e poderia dar certo, mas o orgulho fala mais alto sempre.

A PRIMEIRA COISA – Que deve acontecer neste fórum é justamente se deixar o orgulho de lado e entender que se faz necessária a junção de ideias e interesses. Nada de cada um ficar puxando a sardinha para sua brasa, mesmo porque quando as ações são isoladas, os seus efeitos se tornam frágeis e os seguimentos só sobrevivem por conta da persistência de alguns abnegados.

OU SE MUDA – Esta forma de pensar e, consequentemente, administrar o esporte ou infelizmente Feira vai seguir sendo uma cidade de enorme potencial, com bons valores individuais, mas que falta um trabalho de base para se dar oportunidade a descoberta de novos talentos. Enquanto isso persistir a nossa realidade vai ser esta.

ATÉ QUE – Ultimamente, não se tem batido tanto na tecla da criação da Secretaria de Esportes. Parece que os desportistas caíram em si e viram que da forma como a coisa caminha, não se consegue uma organização suficiente para buscar a implantação da Secretaria e sinceramente no atual modelo é melhor seguir como está. É triste dizer isso, mas é a pura verdade.

INFELIZMENTE – Os políticos acham que fazer políticas públicas é se construir quadras, campos e outros equipamentos esportivos. Mas se esquecem que é necessária uma regra até mesmo para manter o funcionamento destes equipamentos.  E uma forma para fazer isso é justamente se implantar um trabalho de base, com a contratação de professores, gente qualificada para trabalhar o potencial, principalmente dos jovens.

DA FORMA  - Como está, não se pode exigir muito e os seguimentos esportivos vivem de migalhas da prefeitura ou de empresários. Esta semana, mesmo, vi o presidente do Flamengo, Edmilson Amorim, o Michelinho, fazendo duras criticas à prefeitura pela falta de apoio ao futebol feminino, que até títulos nacionais já conquistou, sem falar que revelou várias atletas para a Seleção Brasileira Feminina. Será que as coisas só funcionam para quem tem moral com o prefeito?

OUTRAS VEZES – Me posicionei de forma pessimista, quando se falou em discutir as políticas públicas para o esporte feirense porque em inúmeras oportunidades pude presenciar como as pessoas tratam as questões relativas ao esporte. Mas vou dar mais um voto de confiança no sentido de que as pessoas possam refletir e mudar a forma de gerir o esporte.

POR FIM – Gostaria de dizer aos leitores desta coluna que na próxima terça-feira estarei juntamente com o fotógrafo Gleidson Santos na cobertura da partida entre Brasil x Peru, na Arena Fonte Nova, válida pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. A equipe FOLHA DO ESTADO  foi credenciada para esta cobertura internacional que será importante para história do jornal e para a carreira dos profissionais.

Cristiano Alves - Jornalista - DRT-BA-2300

Colunista de Esporte do Portal MF e Editor chefe do Jornal Folha do Estado

Por Cristiano Alves

Outras postagens de Cristiano Alves